Saiba como funciona a documentação imobiliária

Saiba como funciona a documentação imobiliária

A documentação imobiliária é peça-chave no processo de compra de um imóvel, e que requer atenção especial antes de se fechar o negócio.

 

A documentação imobiliária é essencial no momento da negociação de um imóvel. Mais que ter apenas o valor para a compra, é importante também que os documentos necessários para a legalização do apartamento ou da casa sejam observados.

No entanto, reunir toda a documentação imobiliária necessária leva certo tempo se tudo não for devidamente organizado. E diante da ansiedade de logo ocupar o novo imóvel, parece que tudo se torna ainda mais demorado, não é mesmo? Além disso, ter a certeza de que tudo está sendo feito dentro da legalidade é um passo importante para futuramente não ter nenhuma dor de cabeça.

Então, para você saber como funciona a documentação imobiliária, preparamos este artigo completo. Confira!

O que é a documentação imobiliária?

A documentação imobiliária, como o próprio nome diz, são todos os documentos necessários para uma transação de compra e venda de imóveis. Entre os documentos necessários estão:

  • Registro de Compra em Cartório
  • Escritura Pública de Compra e Venda
  • Registro de Imóvel
  • Certidões negativas

Ainda em relação ao imóvel, são necessários:

  • Cópia autenticada da escritura definitiva;
  • Certidão negativa vintenária de ônus reais;
  • Registro de ações reipersecutórias e alienações;
  • Certidão negativa de impostos;
  • Cópia autenticada do IPTU;
  • Averbação de construção junto ao cartório de registro de imóveis;
  • Planta do imóvel com assinatura do engenheiro ou arquiteto;
  • Habite-se

Quais os documentos do comprador?

Já o comprador, precisa apresentar os seguintes documentos no momento de uma transação imobiliária:

  • CPF e RG;
  • Certidão de nascimento ou de casamento;
  • Comprovante de endereço atualizado;
  • Comprovante de renda 
  • Caso o comprador seja casado, precisará apresentar os documentos de seu cônjuge. 

Quais os documentos do vendedor?

Já o responsável pela venda do imóvel também precisa apresentar uma série de documentos, que são: 

  • CPF e RG;
  • Certidão de casamento (ou de união estável) com regime de bens;
  • Certidões negativas;
  • Ações cíveis e criminais;
  • Execuções fiscais estaduais e municipais;
  • Quitação de tributos federais;
  • Ações trabalhistas;
  • Interdição, tutela e curatela, se for o caso;
  • Protestos (cartórios)

Fique em dia com a documentação imobiliária

Como você viu, a lista é bastante extensa, mas extremamente necessária para garantir que tudo ocorra dentro da legalidade, sem surpresas desagradáveis futuras. Vale lembrar ainda que é importante solicitar tais documentos com certa antecedência, já que alguns possuem prazos para serem emitidos. 

Já o Registro de Compra em Cartório é o primeiro a ser providenciado, pois ele precisará ser registrado em cartório, com valor da taxa variando de acordo com o imóvel e Estado. Neste processo será necessário ainda pagar a taxa do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).

Aqui na Domus Populi lhe auxiliamos na organização da documentação imobiliária, garantindo que nenhum seja esquecido e atrase ainda mais a realização do seu sonho de ter seu próprio imóvel.

 

admin